terça-feira, 20 de novembro de 2012

Escrever sem parar...


Acredito sempre no que o destino nos reserva.
Que coisa mais clichê!
Mas o silêncio me conduz a um estado de paralisia, impotência, incapacidade de seguir a diante.
Mas será porque novamente o destino me reserva algo meramente surpreendente?
E assim volto ao começo.
Estou meio sem acreditar.
Quero fatos... certezas... mas que minha natureza não exige algo tão cético.
Estou no jogo da verdade, onde a seta da resposta sempre aponta pra mim.
Mas que pra responder as perguntas de meu EU, será preciso muita coragem.
Quero o que muitas vezes não posso ter, ou tenho muitas vezes o que não quero ter.
Que coisa sem sentido;
Que coisa sem razão...
Ou melhor... RAZÃO hoje é o que me faz calar, no silêncio profundo do meu eu mais... profundo.
Tento mergulhar no infinito interior, mas o vazio me bloqueia.
Se ao menos fosse líquido o meu sentir, mergulharia até acabar o fôlego, só pra ver se morreria... e nasceria livre para outra composição de sentimento.
Quando algo chega a doer, é porque está morrendo dentro da gente.
Mas se isso cativa, faz parte, agarra, e arranca um pedaço... é porque já faz parte de nós.
É difícil o desapego, mas certamente o tempo cura tudo.

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Momento



"É tão difícil falar e dizer coisas que não podem ser ditas. É tão silencioso. Como traduzir o silêncio do encontro real entre nós dois? Dificílimo contar. Olhei pra você fixamente por instantes. Tais momentos são meu segredo. Houve o que se chama de comunhão perfeita. Eu chamo isto de estado agudo de felicidade."

terça-feira, 18 de setembro de 2012

A Linha e O Linho



"É a sua vida que eu quero bordar na minha
Como se eu fosse o pano e você fosse a linha
E a agulha do real nas mãos da fantasia
Fosse bordando ponto a ponto nosso dia-a-dia
E fosse aparecendo aos poucos nosso amor
Os nossos sentimentos loucos, nosso amor
O zig-zag do tormento, as cores da alegria
A curva generosa da compreensão
Formando a pétala da rosa, da paixão
A sua vida o meu caminho, nosso amor
Você a linha e eu o linho, nosso amor
Nossa colcha de cama, nossa toalha de mesa
Reproduzidos no bordado
A casa, a estrada, a correnteza
O sol, a ave, a árvore, o ninho da beleza."

gilberto gil

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

Introspectividade


NOS DIAS QUE SE SEGUEM
MUDANÇAS QUE SE CHEGAM
SOU MUNDO
SOU FUNDO
UM PONTO E A IMENSIDÃO
MEDO E CORAGEM DE MÃOS DADAS
SEGUINDO A LUZ
SEM ESCURIDÃO

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Encontro das Águas



"Sem querer te perdi tentando te encontrar
Por te amar demais sofri, amor
Me senti traído e traidor
Fui cruel sem saber que entre o bem e o mal
Deus criou um laço forte, um nó
E quem viverá um lado só?
A paixão veio assim afluente sem fim
Rio que não deságua
Aprendi com a dor nada mais é o amor
Que o encontro das águas
Esse amor
Hoje vai pra nunca mais voltar
Como faz o velho pescador
Quando sabe que é a vez do mar
Qual de nós
Foi buscar o que já viu partir
Quis gritar, mas segurou a voz
Quis chorar, mas conseguiu sorrir?
Quem eu sou
Pra querer
Entender O amor?"

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

domingo, 26 de agosto de 2012

Saudade Destinada.



Já levei o Ton pra casa!
O restante, que não é muita coisa, levo aos poucos para não descaracterizar totalmente o ambiente.
Estou fechando algumas portas, tentando caminhar com minhas próprias pernas.
É arriscado, eu sei.
Mas se eu não der o primeiro passo ninguém dará por mim.
Estou procurando o meu melhor.

Tantas coisas aconteceram desde aquele dia.
Quis tanto dividir tudo isso com você.
Mas acredite... conversei contigo através dos pensamentos.
Lembra da sincronicidade?
Pois é, acho que em mim ela ainda tem sua influência.

Tenho mais novidades...
Descobri que é a timidez que me faz "travar" na hora do "valendo", e que tenho medo de viver sem a troca do calor de um abraço amigo.
Descobri também que defender nosso ponto de vista as vezes custa caro, e que muitas vezes as pessoas arrumam qualquer desculpa para não enfrentar a realidade.

Mas tem uma coisa que descobri e que não gostaria nunca de ter descoberto...
O QUANTO SUA AMIZADE FAZ FALTA.

sábado, 25 de agosto de 2012

Abra a Sua Cabeça!




"Quero entra na sua vida
Revirar seu dia, dividir o sol com você
Quero ser sua saída, ter a sua senha, ser sua bebida e fazer
Tudo que você mais gosta, quero ser sua resposta
Quero ser seu precipício
Quero ser seu vício
O seu bicho, seu bibelô
Ser o seu avesso, o seu endereço
Ser o seu amor...
Abra a sua cabeça
Bote as coisas boas lá
Abra a sua cabeça
Deixe o amor entrar..."

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Gostando de Ti



 
Adoro ouvir uma música e lembrar de você
Sentir os grãos de areia com meus pés e lembrar de você
Gosto de ver o movimento do mar e lembrar de você
Perder a noção do tempo olhando a lua e lembrar de você
Ouvir o som da brisa que balança meus cabelos e lembrar de você
Sentir o cheiro da mais linda flor e lembrar de você
Gosto de fechar os olhos e lembrar de você
Enxergar mais cor no dia e lembrar de você
Parar diante da imensidão do amanhecer e lembrar de você
Adoro me olhar no espelho e lembrar de você
Soltar um sorriso e lembrar de você
Gosto de sentir o sol, o sal do mar e lembrar de você
De fazer nada e lembrar de você
 
 
É! Estou mesmo gostando de ti.

terça-feira, 21 de agosto de 2012

Vale Mais



"Queria abrir meu coração
Contar a verdade sobre mim
Parar de me sentir tão só
Sair um pouco
E descobrir
Que vale mais correr atrás de um sonho
E ver o lado bom
Tentar sorrir e ser feliz
Eu vou mostrar
Você é o meu sonho bom
Realizar
As coisas que pensei pra nós
Te dar a mão
Deixar o tempo nos levar
E viajar...
E viajar..."

terça-feira, 10 de julho de 2012

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Em um dia qualquer...


"Eu queria que em um dia qualquer, você chegasse de fininho, me abraçasse apertado e dissesse: Senti sua falta."

c.f.

terça-feira, 26 de junho de 2012

Sem dúvidas.



"Sorriso perfeito na boca de quem se beija
Os olhos escuros na noite de quem se vê
Certeza de nada na vida tenho certeza
Mas quero passar minha vida com você"

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Resgate.



Aqui
Em meus pensamentos
Você parece tão perto

Parada
Lembro de cada gesto
Cada olhar
Cada sorriso
Cada beijo
Cada detalhe

E suspiro
Profundamente
Trazendo seu cheiro pra dentro de mim


Saudade...

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Espera.


E foi lá no fundo... bem no fundo essa tua mania de me querer.
Não consigo resistir a esse teu sorriso tão intenso, nem fazer de conta que não estou vendo esse teu olhar cheio de primeiras intenções.
Teu cheiro sinto de longe.
As lembranças vêm como tatuagens fixadas na memória... Impossíveis de não contemplação.
Saudade seria pouco para explicar essa falta de você, do teu jeito, do som da tua voz.
E aguardo aqui tua chegada, na esperança de que dessa vez, seja para definitivamente ficar.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Sem hesitar.


Muitas vezes, desejamos que nossa vida seja diferente.
Mas, muitas vezes, esquecemos que nós escolhemos, diante das possíveis direções, quais caminhos ela irá percorrer.
Amanhã, ao acordar, vou tentar fazer diferente...
Vou deixar o curso desgovernado dessa vida me levar.

sábado, 16 de junho de 2012

quarta-feira, 18 de abril de 2012

segunda-feira, 16 de abril de 2012

sábado, 14 de abril de 2012


"Leva-me pra onde o amor exista de verdade, onde a felicidade só procure por nós dois. Em outras palavras quero dizer que eu vou ficar com você."

Eles são mesmo assim.


"Os grandes amores são assim mesmo,
Eles nos dão o caminho da emoção,
Mas os sentimentos de verdade
São apenas nossos,
Ninguém copia,
Ninguém leva,
Ninguém divide.”


Tati Bernardi

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Ao Beijo.



"Trocaria a memória de todos os beijos que me destes por um único beijo teu. E trocaria até esse beijo pela suspeita de uma saudade tua, de um único beijo que te dei."

Escolhas



Decidi abandonar a agenda...
Prefiro as lembranças que o coração reserva.

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Nós...



NOSsas almas são assim...

NOSsos sorrisos são assim...

NOSsos corações são assim...


Nós somos assim.

Em frente ao espelho.



Acorde Menina! É hora de seguir em frente. É hora de sacudir a poeira assentada em sua vida. Reaja! Tudo que a ti parece perdido ou faltado poderá ser a última peça do quebra-cabeça. Não lembras o que fizestes? Não recordas onde errastes? Não faz mal! A vida segue, e achar a resposta não fará diferença alguma. Liberte-se do imaginário mundo de Alice e recomece. Mas não abandones a lembrança, pois esta também te fará sorrir.

terça-feira, 10 de abril de 2012

Em resumo...



Saudade é um sentimento que
quando não cabe no coração,
escorre pelos olhos.


(b.m.)

terça-feira, 27 de março de 2012



"Apesar de ser tão claro
Eu não consigo entender
E apesar de ser tão imenso
Cabe em mim
O mundo que você me deu"

sexta-feira, 23 de março de 2012

À Infinidade De Um Segundo


O tempo pára.
Xícaras cheias de café sobre a mesa...
Bocas que se olham,
Olhos que se conversam.
E sob tal testemunho, sentimentos que se combinam com o mais delicado desejo de se provar.
Não existe mais nada ao redor, o infinito momento nos desvia para fora do alcance do trivial.
Para finalmente, provarmos, ao mesmo tempo, o suposto propósito do encontro: O Café.

terça-feira, 20 de março de 2012

O Silêncio



Introspecção completa! Vontade gritante de conhecer o outro lado da vida, de querer ver as coisas do alto, como num vôo de asa-delta. Não sinto nada, nem vontade de chorar, nem desejo de ser feliz. Estou no marco zero de minha própria existência. Dou sentido à vida pelo seguir do tempo. Durmo pra poder acordar, acordo pra poder dormir. Não é tristeza, não é alegria, não é falta de sentimento ou a sobra dele, é apenas o seguir o curso, das horas, dos acontecimentos, das marés, das fases da lua, do nascer e do pôr do sol. O coração palpita, mas da mesma forma na tristeza, na angústia, na ansiedade ou na euforia... São as mesmas batidas, os mesmos compassos. Desejo o silêncio, o não identificar os ruídos, o não assustar do momento. Quero andar imperceptível, sem olhares, sem cobranças, sem pesos ou responsabilidades adquiridas com o passar dos anos. Quero desligar, tirar da tomada, cortar a energia. Quero apagar, desaparecer, não deixar marcas, nem lembranças. Esta vida, esta existência... desisti de compreender, desisti de seguir, simplesmente desisti. Quero o silêncio... o mais absoluto silêncio.

segunda-feira, 19 de março de 2012


"Olha você tem todas as coisas
Que um dia eu sonhei pra mim
A cabeça cheia de problemas
Não me importo, eu gosto mesmo assim
Tem os olhos cheios de esperança
De uma cor que ninguém mais possui
Me traz meu passado e as lembranças
Coisas que eu quis ser e não fui
Olha você vive tão distante
Muito além do que eu posso ter
E eu que sempre fui tão inconstante
Te juro, meu amor, agora é prá valer
Olha, vem comigo aonde eu for
Seja meu amante, meu amor
Vem seguir comigo o meu caminho
E viver a vida só de amor"

 (Roberto.Carlos)

sábado, 17 de março de 2012

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012


O destino é mesmo implacável! Principalmente quando quer nos mostrar algo que nosso coração teima em não ver. Sair de cabeça erguida para na primeira esquina desabar o pranto, só para não revelar diante das faces o quanto doeu. Doeu, doeu tanto que faltou o ar, o chão, a firmeza, frieza, a naturalidade involuntariamente praticadas. Mas depois da febre vem a sede, a ressaca... Mas depois da indignação no pensamento futuro, repito: Seja Feliz!

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

REcomeçar



"Despertar, sob a luz de um novo dia e renovar, encontrando nova força para amar, em tempos difíceis. Descobrir, sem querer o quanto é frágil e decidir, escolhendo cada passo onde ir, num futuro incerto. Não é fácil, prosseguir apagando da memória tudo aquilo que fez a nossa história. Nossa vida de novo começar. Eu canto ao vento, que beija os meus cabelos num alento. Eu canto ao mar, que apaga os meus sentidos, e me faz recomeçar. Decidi avançar o meu caminho sem deixar que o passado, o destino, possam destruir uma vida honesta. Revirar, alegrias e lamentos, entender, que só mesmo o próprio tempo nos dará todas as respostas. Não é fácil, prosseguir apagando da memória tudo aquilo que fez a nossa história. Nossa vida de novo começar."


(Por Tânia Mara)

terça-feira, 3 de janeiro de 2012

Hoje:



Dia sem notícia
Dia sem palpite
Dia sem ouvir a voz
Dia sem um sorriso
Dia sem carinho
Dia sem silêncio
Dia sem você